Canada

Canada

Retornando ao Brasil, e agora? 

ANO 1 | NÚMERO 2 | 2019

 

 

* Por Guilherme Dias de Souza

  Quando decidi vir para o Canadá, lembro que os únicos pertences pessoais que tinha eram algumas roupas usadas, fotografias da minha família que havia deixado pra trás, e um celular antigo, além de um coração repleto de esperança e a mente cheia de sonhos.

Alguns anos se passaram, e muitos planos que havia sonhado foram concretizados, e outros tiveram que ser adaptados. Construí uma família linda. Comprei minha casa, carro e ajustei minha vida à realidade canadense. Mas como tudo na vida não é para sempre, me vi na situação de ter que planejar a minha volta para o Brasil.

Planejamento            

Ao fazer os planos do meu retorno, refleti muito sobre todos os objetos que adquiri com sacrifício durante minha estada no Canadá. Conclui  que meus pertences pessoais seriam muito importantes no meu recomeço no Brasil, afinal, são objetos que fazem parte do meu patrimônio.

É engraçado que quando chegamos aqui, parece que tudo se torna fácil e acessível, mas quando a hora de retornar às origens se aproxima, parece que a energia necessária para fazer isso acontecer é três vezes maior. São documentos que precisam ser providenciados, passaportes atualizados, móveis que precisam ser vendidos, e sem considerar todo o trabalho de estabelecer a nova vida no Brasil. Ao perceber que a lista de afazeres era enorme, decidi que precisava confiar nas pessoas e empresas disponíveis para  auxiliar nesse processo.

Foi neste momento que resolvi contratar a MELLOHAWK Logistics para me orientar em como fazer o transporte dos meus pertences pessoais, seguindo os critérios de importação no Brasil, evitando maiores preocupações e gastos desnecessários. Tudo correu como planejado.

Assim que chegamos no Brasil, uma semana depois, recebemos os nossos pertences pessoais novamente. Liberamos a nossa carga sem problemas junto a receita federal, e contratamos uma empresa de transporte local para levar nossas caixas até a nossa nova casa.

Felizmente, conseguimos fazer com que todo este processo acontecesse de forma tranquila sem muitas preocupações, graças ao nosso planejamento antecipado e o auxílio de amigos e empresas que não mediram esforços em nos auxiliar.

Posso dizer que estamos prontos para os nossos próximos desafios, e quem sabe, até futuras mudanças.

* Por Guilherme Dias de Souza, cliente MELLOHAWK Logistics. 

Para acessar informações mais detalhas de como transportar os seus pertences pessoais, acesse: http://mellohawk.com/pt-br/servicos/bens-pessoais/

Arnon Melo

Arnon é o presidente da MELLOHAWK Logistics, empresa internacional de Agenciamento de Cargas em Mississauga.

Veja também