Brazil

Brazil

Empreendedor, você é disciplinado? A sua empresa depende disso!

Por Élida Rocha

Na disciplina a ação pode, e muitas vezes deve, preceder a emoção

Pessoas disciplinadas são as que conseguem definir com clareza o que deve ser feito e não abrem mão do decidido, sabendo que o resultado sempre será compensador. O conhecimento de um empreendedor deve ser aberto e aplicado de forma hábil, acompanhado de raciocínio adequado, equilibrado e inteligente – para cada situação, para cada atitude! O escritor Eugenio Mussak, especialista em comportamento organizacional, descreve que “na disciplina a ação pode, e muitas vezes deve, preceder a emoção. Isso vale para tudo. Fazer ginástica. Trabalhar. Estudar. Vale até para coçar a cabeça. Comece que a vontade chega.”

Passos do empreendedor

Ser disciplinado significa obedecer as ordens que você dá a si mesmo. E o mundo está observando os passos do empreendedor. É preciso, porém, dar as ordens certas, caso contrário todos começam a dizer o que fazer. “É a disciplina que garante que as tarefas necessárias sejam realizadas na hora certa, sem atrasos e desculpas. O costume de deixar tudo para depois é característica de quem não tem disciplina e é o principal obstáculo para se chegar ao sucesso”, diz Mario Cesar, fundador do blog Startando-se.

Rotina definida

Paulo Alencastro, um dos fundadores da Acesso Digital – empresa de tecnologia considerada uma das startups brasileiras que mais cresceram desde a sua fundação, em 2007 – tem uma visão muita definida, colocando que é impossível olhar a organização de uma forma mais ampla, se dedicar à estratégia e criar tempo para conversas mais profundas e reflexiva sem ter foco na organização. “Se você empreende, sabe que a história de não bater ponto e fazer seu próprio horário é uma grande pegadinha. Na prática, em vez das 8 horas trabalhadas de um CLT, passo 13 horas no escritório da ACESSO. Por isso, eu vejo que ter uma rotina definida, com espaços para lazer, família e esporte é fundamental para garantir um equilíbrio físico e mental que acaba te tornando até mais produtivo”.

Prioridades

O empreendedor afirma que o ponto principal é saber organizar as prioridades. ”O que só você pode fazer, o que é possível delegar ou o que fica em segundo plano, por exemplo. Deixando isso claro também para a equipe, diminui aquela sensação de correr contra o tempo, e todo mundo passa a trabalhar com mais tranquilidade, foco e eficiência”, diz Alencastro.

Nesse contexto, o autoconhecimento é peça fundamental para aprender e exercer a disciplina. Se conhecer melhor é entender o que é prioridade para você, saber se relacionar melhor com as pessoas, colocando para fluir essa energia que nos faz estar em movimento, com foco e senso de urgência.

Disciplinar nossa conduta diária, segundo o especialista Eugenio Mussak, sem procrastinar nem negligenciar esforços, pode ser um espetacular diferencial humano entre dois profissionais. “Mas, afinal, quem em nós é o disciplinador e quem é o disciplinado? Podem ser duas forças diferentes, mas o ideal é haver um acúmulo de funções: ‘você ser os dois’. Quando isso acontece, você passa a ter sua vida nas mãos”.

Como disse o empreendedor e autor, Jim Rohn: “A disciplina é a ponte entre metas e realizações”.

Sucesso a nós, empreendedores!

Fontes: Endeavor Brasil – Administradores.com
Livro: Metacompetência, Eugênio Mussak (editora Gente)

Élida Rocha

Élida é fundadora da Una Comunica, Agência de Conteúdo. Jornalista especializada em comunicação estratégica, com mais de 15 anos de experiência no mercado editorial, televisivo e corporativo.

Deixe o seu comentário!

*