Brazil

Brazil

Brasileiros e Outlets: um romance escancarado

Por Andressa Missio

Quer encontrar brasileiros durante uma viagem ao exterior? Vá a um outlet. Além de encontrar muitos fazendo compras, também vai descobrir logo um vendedor falando português. Alguns até são imigrantes, mas muitos nativos também têm se dedicado a aprender a língua porque estão de olho neste nicho de mercado. Tudo para conquistar o freguês verde-amarelo – que não tem preguiça de gastar.

Estados Unidos e Canadá

Foto 1: A jornalista Aline Amaral em Dubai, vestida com mais uma das peças que comprou em um outlet em Vancouver.

A jornalista brasileira Aline Amaral está no grupo de consumidores ávidos por um outlet. Ela está em viagem, enquanto escrevo esta reportagem. “Eu amo comprar nos outlets, principalmente nos EUA e Canadá. Dessa vez, consegui ir apenas no de Vancouver e em Seattle, no EUA, que fica a 1h30 de Vancouver e é a cidade americana queridinha dos canadenses, tanto pela proximidade, como pelos bons preços.

Em Toronto, é possível encontrar muitos brasileiros na Forever 21, H&M e outras marcas, principalmente na Dandas Square. Já em Vancouver, os brasileiros adoram comprar no Walmart: sim, é muito barato e vende de tudo! E também na Dolarama – uma loja que vende tudo por um dólar ou até 5 dólares. Acabo de deixar 100 dólares lá”, conta Aline. Ela diz ainda que o outlet em Vancouver é o local onde ela mais ouviu português durante a viagem, e que chegou a encontrar peças de marcas famosas por até 5 dólares.

A jornalista resume a paixão pelos descontos em uma frase: “Eu não compro roupa no Brasil há 8 anos, só o básico – prefiro comprar tudo o que preciso nos outlets, para onde vou duas vezes por ano!”

 

Foto 2: Os brasileiros Bruno e Carolina em um dos outlets preferidos em Sunrise, na Flórida.

O casal Bruno Micelli e Carolina também deixou de comprar roupas, calçados e acessórios no Brasil. No armário, só peças estrangeiras. “Não tenho coragem de dar um determinado valor por um bem material no meu país. Carolina viu um tênis ontem por R$350 reais. Nos EUA, ela pagaria US$35 no mesmo tênis. Tênis de R$1.000 reais no Brasil, você paga US$120 num outlet americano. É uma discrepância muito grande. O dinheiro que você economiza nas compras, paga a viagem!”, explica Bruno.

Nos Estados Unidos, a Flórida é um dos destinos favoritos dos brasileiros que estão em busca de turismo de compras. Miami, Sunrise e Orlando são as cidades mais procuradas.

(Foto 4: Ághata e Gabriel em loja de roupas infantis)

Enxoval do bebê

Foto 3 : Ághata e Gabriel em loja de roupas infantis.

Entre os principais consumidores, estão as gestantes. Mulheres que, pelo custo-benefício, resolvem fazer todo o enxoval do bebê no exterior. E elas compram praticamente tudo! Só não levam o berço pra não exagerar no excesso de bagagem. Foi o caso de Gabriel Serafim e Ághata Avanza (foto). “Somos apaixonados por viagens. Estou sempre de olho em oportunidades de passagens e compras de milhas, por isso em novembro de 2017, na Black Friday, achei uma excelente promoção de milhagem para ir para Orlando fazer em enxoval em Março de 2018. Na época estávamos sabendo da gravidez havia apenas duas semanas. Mas resolvi arriscar comprando a passagem”, conta Gabriel.

Segundo ele, os valores nos EUA são mais atrativos, mesmo com o dólar em alta. As opções são inúmeras e é possível ver muita coisa antes da viagem, pela internet. “Chegamos a fazer contato com uma pessoa que mora em Orlando e ajuda nessas compras, mas preferimos nos virar sozinhos, aproveitando nossa experiência em viagens. Deu certo”, comemora.

Panamá

Fora da rota norte-americana, também há outros “paraísos de compras” eleitos pelos brasileiros. Quem está de viagem para o Caribe, por exemplo, tem procurado fazer uma conexão mais longa no Panamá. A capital oferece muitos produtos com preços acessíveis, e bebidas com imposto baixo. O principal shopping da Cidade do Panamá é o Albrook Mall, com mais de 400 lojas. Assim, além de conhecer o famoso Canal do Panamá, os turistas ainda aproveitam para encher as malas – que costumam sair do Brasil um tanto vazias, propositalmente.

Paraguai

Descendo mais um pouco no mapa, a América do Sul também conta com um destino pra lá de procurado: o Paraguai. Já foi a época em que Ciudad de Leste, na fronteira com Foz do Iguaçu, no Paraná, era mal vista pelas falsificações. A publicitária Paloma Triches Schmitt mora em Foz do Iguaçu, mas atravessa a Ponte da Amizade pelo menos uma vez por semana rumo ao país vizinho. “Hoje, é possível comprar produtos de todas as marcas, e originais. De roupas, calçados, perfumes, objetos para casa a eletrônicos. Basta procurar os shoppings e lojas recomendadas por moradores da região e até em sites confiáveis, antes de investir seu dinheiro”, alerta.

Portugal

Atravessando o Atlântico, de partida para a Europa, o brasileiro encontra o maior outlet do continente em Portugal. O Freeport fica ao sul do Rio Tejo, em Alcochete, ao lado de Lisboa. São mais de 140 lojas, além de bares e restaurantes, distribuídos em 75 mil metros quadrados. A aposentada Maria Alice Trajano foi à Portugal em busca de um antigo sonho: conhecer a terra dos antepassados. E se surpreendeu com o shopping de descontos. “Quando você fala em Europa, já pensa que tudo é mais caro – já que o Euro é muito valorizado frente ao Real. Não esperava encontrar promoções que valessem tanto a pena. E achei! Comprei bolsa, sapato, roupas. Tudo de qualidade”, conta Maria Alice.

Andressa Trajano

Andressa é jornalista no Brasil há 15 anos, e já trabalhou em rádio (CBN), jornal, e principalmente, em telejornalismo. Passou por redações da Globo, Globonews, Band e atualmente está na TV Record , onde é editora-chefe e apresentadora de um programa de entrevistas diário.

Deixe o seu comentário!

*

Veja também