Brazil

Community

Novo local para votação

Toronto chega a 9.970 eleitores brasileiros

Toronto, 27 de julho de 2018 – O número de eleitores brasileiros em Toronto aumentou 83% desde as últimas eleições presidenciais, há quatro anos, passando de 5.436 para 9.970, informou hoje a cônsul-geral do Brasil em Toronto, embaixadora Ana Lélia Benincá Beltrame(foto), em entrevista coletiva. O crescimento supera os registrados pelos consulados de Vancouver (80%) e de Montreal (58%) e pela Embaixada em Ottawa (25%). No total do Canadá, o número de eleitores passou de 12.942 para 22.060 – incremento de 70% -, muito superior à média mundial de 41%. A estimativa do número de brasileiros na província do Ontário também quase dobrou em apenas quatro anos, acreditando-se que o número esteja hoje entre 55 e 60 mil.

Onde votar

Com isto, pela primeira vez, o Consulado de Toronto não contará com espaço físico suficiente em suas instalações para realizar as eleições de 2018, que acontecem nos dias 7 e 28 de outubro das 8 às 17 horas, tendo sido alugada para isso a St. Mary Catholic Academy, localizada no 66 Dufferin Park Avenue, em frente ao Dufferin Grove Park, próximo ao Dufferin Mall. Além das 22 seções eleitorais de Toronto, pela primeira vez os 130 eleitores brasileiros de Winnipeg, capital da província de Manitoba, que está na área de jurisdição do Consulado em Toronto, terão sua própria seção.

Nestas eleições, contudo, todas as seções eleitorais brasileiras no exterior voltam a usar urnas de lona, em vez das eletrônicas, como nas eleições anteriores. “Havia falta de urnas e as eletrônicas, além disso, causavam dificuldades logísticas pelo seu peso e pelos contratempos de passar as baterias de lítio pelas alfândegas”, explica a cônsul-geral. A mais de dois meses da data do primeiro turno, por outro lado, os mesários e voluntários que trabalharão nas eleições em Toronto já foram selecionados e agora devem passar por processo de treinamento. Todavia, ainda há algumas vagas para os brasileiros que desejarem fazer voluntariado nas eleições de outubro.
Os eleitores tiveram prazo até 9 de maio para transferirem seus títulos eleitorais. Quem não realizou a transferência para votar no exterior, deverá justificar o voto, nos dois turnos, seguindo as regras do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de seu estado. A transferência de títulos deve ser reaberta após o encerramento oficial das eleições, em meados de novembro. O voto é obrigatório para os brasileiros, mesmo residindo no exterior, e não votar nem justificar leva a uma série de penalidades, como redução do prazo de validade no passaporte.

Reforma acompanha crescimento da comunidade

A cônsul-geral apresentou as instalações do Consulado, após a reforma que ampliou em cerca de 50% o tamanho da recepção e que acrescentou dois novos guichês, para os quais foram contratados dois novos funcionários. Assim, hoje são processados 33 pedidos de passaporte por dia, contra 21 anteriormente, e o prazo de entrega caiu de dez para cinco dias úteis. “E vai melhorar ainda mais”, prometeu Ana Lélia. O número de passaportes emitidos pelo Consulado aumentou 40% em apenas um ano, passando de 3.564 de julho de 2016 a julho de 2017 para 4.496 de julho de 2017 a junho de 2018.
Outros indicadores do grande crescimento da comunidade brasileira na jurisdição do Consulado em Toronto são o aumento de serviços como transcrições de carteiras de motorista brasileira (para facilitar a obtenção da canadense), que cresceu 20% no mesmo período acima, e a emissão de certidões de nascimento, com 18%. Já o número de autenticações subiu 70%, o de atestados de vida, 43%, e o de procurações, 27%
A reforma também incluiu ampliações nos sistema elétricos e de internet, de câmeras de vídeo e áudio nos guichês e de telefonia, permitindo que as ligações mais estáveis, mesmo em perído de operação simultânea de terminais.

Incentivo às exportações brasileiras para o Canadá

O Consulado, através do seu Setor de Promoção Comercial, estimula, por outro lado, as exportações brasileiras para o Canadá. “Já tivemos um momento de destaque, há cerca de oito anos, com a corrente bilateral de comércio atingindo cerca de US$ 8,5 bilhões, mas em 2017 ficamos em US$ 4,5 bilhões”, afirma o chefe do Setor, ministro Ademar Seabra da Cruz Júnior(foto), observando que o Canadá é o 21º destino das exportações brasileiras, através de 1.800 empresas. O Canadá, de outra parte, tem no Brasil seu 12º maior parceiro comercial importador, com negócios em 2017 de cerca de 2 bilhões de dólares. Números mais expressivos, porém, estão na área de investimentos, com o Brasil tendo estoque de US$ 20 bilhões no Canadá e o inverso sendo de US$ 15 bilhões. O ministro acredita que o comércio bilateral deverá passar por um incremento logo que se concretizarem as negociações para o acordo de livre-comércio entre o Mercosul e Canadá, levando a uma diminuição de restrições para a importação. “É um momento muito bom para as relações bilaterais”, afirmou.
O Setor de Promoção Comercial, segundo ele, vem desenvolvendo um ativo trabalho de articulação com câmaras de comércio, universidades e outras entidades. Um dos destaques são as negociações com a Universidade de Guelph, para que certifique a carne bovina brasileira e assim permita que seja exportada. A Universidade também desenvolve uma parceria com a Embrapa para que o Brasil obtenha maior competitividade na área agrícola, não se limitando a commodities e buscando a inovação. Também se busca obter maior competitividade do Brasil em outras áreas, como a de mineração e a farmacêutica.

Com o Brasil sendo o segundo maior produtor agrícola do mundo e 95% do potássio que necessita para correção do solo sendo importado, destaca-se ainda a interação com a empresa canadense Brazil Potash, para que passe a produzir o mineral a partir de reservas descobertas em Altazes, no Amazonas.
Outra frente de trabalho do setor são o estímulo às exportações através de parcerias entre as câmaras de comércio e órgãos como Apex e Sebrae. “O Canadá fica muito mais perto do Brasil do que a Ásia para importar água de coco”, destacou. Já a divulgação do turismo no Brasil é outra prioridade, uma vez que os canadenses viajam em números expressivos para o exterior. “O visto eletrônico para os canadenses em viagem de turismo ou negócios ao Brasil, implantado no último mês de janeiro, deve facilitar este movimento”, concluiu o ministro.

Fonte: Consulado Geral do Brasil em Toronto
http://toronto.itamaraty.gov.br/pt-br/eleicoes_no_exterior.xml

José Francisco Schuster

Schuster foi, durante 8 anos, âncora do programa "Fala, Brasil", e agora produz e apresenta o programa "Noites da CHIN - Brasil", na CHIN Radio.

Deixe o seu comentário!

*

Comentários sobre este post

  1. Boa noite , estou com uma curiosidade a respeito de votar ? Eu sou obrigada votar neste novo endereço ou o consulado ainda está atendendo

    Glória
    Reply
    • Olá Glória, você deve seguir as orientações do Consulado e se dirigir para o endereço publicado em nossa reportagem. Grata, Leila.

      Leila Monteiro Lins
      Reply

Veja também