Community

Brazil & Portugal  

Community

CCT mostra iniciativas de preservação de memória da comunidade portuguesa

(da esq pra direita): Maria Tereza Papaleo (CCT), Prof. Gilberto Fernandes (York University), Humberta Araujo (curadora da Galeria dos Pioneiros) e Ana Thomas (CCT).

Por Rosana Dias Lancarics

Em sua ultima edição de 2017, o Café e Cultura Toronto (CCT) promoveu a apresentação do professor da York University, Dr. Gilberto Fernandes, que falou sobre “Passados com Futuro : Notas sobre a preservação, estudo e divulgação da história de imigração no Canadá”.

O evento foi realizado na Galeria dos Pioneiros (https://pioneersgallery.ca), localizada na 960 St Clair Ave West , em Toronto. Fotos, quadros, livros e objetos que contam um pouco da imigração portuguesa formam o cenário da galeria.

“Pensando em oferecer informações sobre a história e a formação da sociedade multicultural do Canadá convidamos o Dr. Gilberto Fernandes, especialista no tema, para falar sobre cultura e memória do imigrante sob o ponto de vista dos portugueses”, explica Maria Tereza Papaleo, da equipe do Café e Cultura Toronto.

Segundo o prof. Fernandes, “a imigração é um fenômeno interessantíssimo de estudar; os imigrantes e descendentes têm maior interesse tanto sobre a história de seu país, como do Canadá”. Ele próprio é um imigrante. Veio de Lisboa para Toronto em 2004. Doutor em História pela York University, é diretor do Projeto de História Luso Canadense e leciona História na York.

O prof. Fernandes se auto-define como um historiador social, e sua principal obra é o Projeto de Historia Luso Canadiana, que tem permitido coletar e catalogar materiais obtidos com familias de imigrantes. Construindo assim a diaspora na comunidade portuguesa. “Há um espólio riquissimo em mãos privadas”, diz ele. São fotos, gravações, estórias. O projeto tem a participação da estudiosa Suzana Miranda. “Muitas vezes os primeiros imigrantes foram trabalhar na construção, as mulheres na limpeza”, diz ele.

Tecnologia e história

 

 

Em sua apresentação, o professor também mostrou alguns exemplos de tecnologia associada a preservação de memória. Websites, videos, visitas guiadas são algumas da iniciativas que permitem o acesso digital a estas informações. Os videos, depoimentos de segundas e terceiras gerações de portugueses mostram o quanto as lembranças e hábitos culturais estão presentes nos jovens.
*A Galeria dos Pioneiros oferece visita guiada através do app izi.TRAVEL.

 

Comunidade brasileira

Ao final, impressionado com as iniciativas, o público presente naturalmente comentou sobre a possibilidade de ter algo parecido para a comunidade brasileira.Ponto para as organizadoras do encontro.

De acordo com Maria Tereza Papaleo, “O Café e Cultura Toronto tem como foco a identidade cultural da comunidade brasileira aqui no Canadá. Memórias, lembranças, referências e valores culturais estão presentes no dia-a-dia de todo o imigrante, que vai integrando-se ao país que escolheu viver. Assim, todo o imigrante ao experimentar essa mistura de sentimentos mantém e transforma seu novo núcleo social.”

Balanço 2017

Depoimento de Ana Thomas, da equipe do Café e Cultura, sobre as iniciativas de 2017.
“Tivemos oito encontros, com temas e público diverso, mantendo o nosso propósito de dar informação com qualidade ao mesmo tempo em que proporcionamos a integração e socialização da comunidade brasileira.

Estreitamos nosso relacionamento com os lusófonos de Toronto, realizando e participando dos eventos organizados por cada grupo. Esse consideramos um importante passo, pois temos muito que aprender e contribuir no processo de nos integrarmos na sociedade do país que hoje vivemos.

Manter as tradições e, ao mesmo tempo, transformá-las, conforme os objetivos do Café e Cultura Toronto, estão nos nossos planos para 2018. Para isso, estamos planejando as nossas palestras e os eventos, mantendo nossas diretrizes básicas: informalidade dos encontros, o trabalho voluntário de todos os participantes e assim continuaremos nosso objetivo de promover palestras com temas culturais e informação qualificada e de interesse geral. Através de histórias, de experiências, de networking, entre aqueles que hoje moram no Canadá, os encontros buscarão dar oportunidade às pessoas para abrir caminhos e melhor conviver nesse país que os acolheu”.

Galeria dos Pioneiros:
960 St Clair West, Toronto
Curadora do espaço: Humberta Araújo

CAFÉ E CULTURA TORONTO

Confiram a trajetória das organizadoras do Café e Cultura Toronto, Ana Thomas e Maria Thereza Papaleo, no vídeo produzido pelo jornalista Jandy Sales em parceria com a revista DISCOVER.

 

Rosana Dias Lancarics

Rosana é jornalista e Relações Públicas. No Brasil, ela tem trabalhado para empresas como jornal Folha de São Paulo, Revista Exame, Fiat Automóveis e Embraer. No Canadá, a sua experiência inclui as equipes de comunicação de Toronto Pan Am / Jogos Parapan e Prostate Cancer Canadá.

Deixe o seu comentário!

*

Veja também